fbpx

Casa da Cultura Rogério Sganzerla e Pupilo TV apresentam Sessão de Filmes de Terror Brasileiro com entrada gratuita

Cineclube Halloween – Noite de Terrores Brasileiros acontece no dia 1º de novembro a partir das 22h 

Para celebrar o Halloween, evento que tem se destacado na programação cultural da nossa região, o Cineclube Pupilo vai homenagear o cinema brasileiro independente com seis (6) curtas de seis (6) diferentes estados e um (1) longa-metragem que tem Zé do Caixão como um dos diretores. 

A partir das 22h, o filme que abre a sessão é a produção do diretor de Herval d’Oeste André Luiz que estará presente na sessão apresentando seu curta-metragem “Olha a Bruxaria – um conto de Santa Catarina” (2022, SC, 13 min). O filme que teve sua estreia agora em outubro na 21ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis traz a história apresentada por Quinzinho, um boneco pescador interpretado por Marcelo Ciepielewski da Cyathus Teatro de Animação e é uma adaptação do conto Balanço Bruxólico do autor Franklin Cascaes que conta com mais de 20 narrativas dedicadas às lendas açorianas na ilha de Desterro. 

“A proposta de trazer um filme regional com uma temática catarinense para a sessão de terror de Halloween é construir um debate não só para a tradição de terror estrangeiro, mas para um olhar para o medo e terror próximo de nós”, diz Cristina de Marco, produtora e uma das curadoras da sessão que também conta com a assinatura de Keythe Tavares, Rudolfo Auffinger, Pâmela Emmerich e a educadora convidada especialmente para a sessão Kika Chmura. 

Dentro deste recorte, os outros seis (6) filmes nacionais que fazem parte da sessão discutem o terror em diferentes estéticas e níveis de sustos. Enquanto “Deserto Estrangeiro” de Davi Pretto (RS, 2020, 23 min) e “Tarântula” de Aly Muritiba e Marja Calafanje (PR, 2015, 20 min) fazem escolhas voltadas para um suspense psicológico trazendo questões sobre colonização e machismo, “O Desejo do Morto” (PB, 2013, 33 min) parte para um terror sanguinário e perturbador para discutir a velhice. No curta dirigido por Ramon Porto Mota, o grande ator paraibano Fernando Teixeira, ator também de “Aquarius”, “Baixio das Bestas” e “O Nó do Diabo”, interpreta um senhor que tem seus direitos anulados na rotina da família enquanto vive com sua filha. Ao enfrentar dilemas do envelhecimento, ele é deixado de lado em casa, até que se revolta com a situação.

Já em “1996” (MG, 2019, 14 min), o diretor mineiro Rodrigo Brandão explora a estética do VHS através de uma estória de estudantes perdidas nas redondezas de Varginha. “O clássico de visões com ETs não poderia faltar em uma sessão que resgata alguns títulos do cinema de terror brasileiro, afinal tem uma geração inteira que não esquece de passar horas olhando para o céu em busca de ovnis depois das notícias do Fantástico”, afirma Kika Chmura, curadora convidada da sessão. 

Ainda faz parte da programação, o curta “Ninjas” (SP, 2010, 25 min) dirigido por Dennison Ramalho que abusa da violência ao narrar histórias de um policial que é perseguido por uma de suas vítimas inocentes, esse é apenas o início de uma saga perigosa e corrupta que este policial vai se envolver até o fim da narrativa. “A montagem de Paulo Sacramento – que também montou ‘Amarelo Manga’ e o ‘Prisioneira da Grande de Ferro’ – além do realismo dos efeitos de tortura trazem ao filme não só uma visão crítica à realidade da polícia brasileira, mas uma qualidade técnica de arrepiar os pelos do bigode”, afirma Keythe Tavares, curadora e produtora na Pupilo TV. 

Para encerrar a programação, a sessão da meia noite exibirá o longa “As Fábulas Negras” (ES, 2015, 1h30) que  a partir de algumas lendas brasileiras como o Saci, A loira do banheiro, o Lobisomem e Iara cria um terror sanguinário e gore, “além do filme trazer a co-direção de Zé do Caixão, mais um autor que jamais ficaria de fora de uma sessão de terror brasileiro, o filme também conta com a direção do catarinense de Palmitos, Petter Baiestorf, o segundo diretor de Santa Catarina a compor a sessão com o episódio ‘Pampa Feroz’ dentro das cinco (5) histórias contadas no filme. Petter tem mais de 20 longas e 25 curtas dirigidos desde 1995, tem três (3) documentários sobre sua obra”, relembra Pamela Enmerich, curadora e produtora na Pupilo. 

A sessão é gratuita e o público deve acompanhar a classificação indicativa de cada filme, divulgado na programação, mas os filmes variam de classificação livre até 16 anos conforme a noite adentra. Vale ir fantasiado, levar comidinhas e aproveitar uma sessão mal assombrada no jardim da Casa de Cultura. “Muitas críticas surgem nas redes sociais nesta época do ano sobre a celebração do Halloween sugerindo sua anulação, mas a Pupilo percebeu que falar sobre nossas raivas, medos e angústias que fazem parte de nossas realidade, através da fantasia e do terror é também uma forma de não negligenciar estes sentimentos – sem partir para sua prática – e trazer o olhar da cultura e do cinema nacional e regional é uma outra forma de olhar para nossas identidades e suas conexões com o Halloween”, finaliza Rudolfo Auffinger, fundador da Pupilo TV

Serviço

📽️ CINECLUBE PUPILO HALLOWEEN – Noite de Terrores Brasileiros

📍 Local: Casa da Cultura Rogério Sganzerla (Rua 13 de Maio, 64 – Centro, Joaçaba-SC)

🗓️ Terça-feira, 01/11/2022

⏰ A partir das 22h

🎫 Entrada gratuita

www.pupilo.tv.br/cineclube

Você também pode gostar

Casa da Cultura e Cineclube Pupilo apresentam: O Xangô de Baker Street nesta sexta-feira

O Teatro Alfredo Sigwalt recebe a primeira sessão presencial do Cineclube Pupilo pós-pandemia, no dia 23 de setembro, sexta-feira, às 19h30, a exibição de O Xangô de Baker Street. O filme, com direção de Miguel Faria Jr. é uma adaptação do best seller homônimo de Jô Soares, cujo cenário é o Brasil de 1886. A sessão é gratuita, aberta ao público e tem classificação indicativa de 14 anos.

Comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Continue lendo

Reconstruindo Mundos: uma reflexão sobre identidades e escola.
https://youtu.be/Os-EZ6d7GxM No dia 29 de julho,
Casa da Cultura Rogério Sganzerla e Pupilo TV apresentam Sessão de Filmes de Terror Brasileiro com entrada gratuita
Cineclube Halloween - Noite de Terrores
Casa da Cultura e Cineclube Pupilo apresentam: O Xangô de Baker Street nesta sexta-feira
O Teatro Alfredo Sigwalt recebe a

Casa da Cultura e Cineclube Pupilo apresentam: O Xangô de Baker Street nesta sexta-feira

O Teatro Alfredo Sigwalt recebe a primeira sessão presencial do Cineclube Pupilo pós-pandemia, no dia 23 de setembro, sexta-feira, às 19h30, a exibição de O Xangô de Baker Street. O filme, com direção de Miguel Faria Jr. é uma adaptação do best seller homônimo de Jô Soares, cujo cenário é o Brasil de 1886. A sessão é gratuita, aberta ao público e tem classificação indicativa de 14 anos.

Leia mais
 - 
English
 - 
en
Portuguese
 - 
pt
Spanish
 - 
es